Concerto natalino encerra Série Música nas Igrejas neste domingo

A Orquestra de Câmara Solistas de Londrina encerra a temporada 2016 e a Série Música nas Igrejas com mais uma apresentação do “Concerto de Natal”. O concerto festivo será neste domingo (18), às 20 horas, na Paróquia Sagrados Corações, na Rua Mato Grosso, 1.167, logo após o término da missa. A entrada é franca.

Com o tema “Do Erudito ao Popular”, a Mostra de Música de Câmara desenvolve uma série de concertos, com o objetivo de agregar conhecimento e valorização da cultura musical brasileira e universal - Foto: Saulo Ohara
Com o tema “Do Erudito ao Popular”, a Mostra de Música de Câmara desenvolve uma série de concertos, com o objetivo de agregar conhecimento e valorização da cultura musical brasileira e universal – Foto: Saulo Ohara

O evento faz parte da programação do Projeto Mostra de Música de Câmara 2016, que conta com o patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Há 18 anos, a Orquestra leva música clássica a vários espaços da cidade e região. Os amantes da boa música terão a oportunidade de apreciar grandes clássicos para orquestra de cordas. No programa do concerto serão apresentadas obras de Corelli (Concerto grosso Natalino), Bach (Concerto Brandenburgo , nº 3), Mozart (Divertimento nº 3), Tchaikovsky (Valsa da Serenata para Cordas), Piazzolla (Oblivion e Libertango), além de uma coletânea de Natal.

Com o tema “Do Erudito ao Popular”, a Mostra de Música de Câmara desenvolve uma série de concertos, com o objetivo de agregar conhecimento e valorização da cultura musical brasileira e universal. “O projeto teve início em 2011 e, desde então, vem ampliando sua abrangência e fortalecendo a integração com a comunidade. A intenção é que seja um evento aberto a todo o público londrinense. Na temporada 2016, conseguimos expandir esse alcance, levando música a diversas escolas municipais e igrejas, com uma ótima aceitação do público”, destacou a coordenadora da Mostra e produtora da orquestra, Irina Ratcheva.

A coordenadora informou ainda que, a partir de 2017, a Mostra também chegará aos distritos de Londrina. “Vamos continuar o projeto com a mesma ideia de ampliar o leque de apresentações e públicos, oferecendo eventos de música acessíveis às pessoas. Tem sido uma experiência bonita com um retorno bastante satisfatório.”

Orquestra – A Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, fundada em 1998, atua no cenário nacional erudito, sendo considerado um dos grupos camerísticos mais conceituados do país. Seus projetos são desenvolvidos com objetivo de executar música de qualidade e, ao mesmo tempo, participar do movimento que descentraliza o acesso à cultura para formar novos públicos.

O grupo contabiliza mais de 250 concertos, seis álbuns gravados e vários prêmios nacionais recebidos, além de reconhecimento internacional. Participação em um dos mais importantes festivais de música da Europa, Varna Summer International Music Festival 2010.


SERVIÇO
Mostra de Música de Câmara 2016
Concerto Música nas Igrejas
Dia: domingo (18 de dezembro)
Horário: 20h (após a missa)
Local: Paróquia Sagrados Corações (Rua Mato Grosso, 1167)
Entrada Franca

“…E O Festival Continua” traz três concertos nesta sexta

Nesta sexta-feira (18), o Teatro Mãe de Deus recebe o evento “…E o Festival Continua”, série já tradicional do Festival Internacional de Música de Londrina (FIML), que é realizada após a edição oficial do ano, em julho. A atração da vez é o espetáculo “3 Concertos e 1 Solista”, que começa às 20h30, com a Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, tendo como spalla e diretor, o violinista Evgueni Ratchev e como solista, o pianista londrinense Marco Antonio de Almeida, também diretor artístico do FIML.

“...E O Festival Continua” traz três concertos nesta sexta
como solista, o pianista londrinense, Marco Antonio de Almeida, também diretor artístico do FIML – Foto: Divulgação

Os ingressos custam R$20 e R$10 (meia-entrada) e estarão à venda, a partir das 14 horas, na bilheteria do Teatro Mãe de Deus, que fica na Avenida Rio de Janeiro, 670. O Festival Internacional de Música de Londrina conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). . Para cada dois (2) ingressos adquiridos, os primeiros compradores ganham um CD com a gravação do Chorus 11, de H. Villa Lobos, com o pianista Marco Antonio de Almeida e a Orquestra Sinfônica de Göteborg (Suécia), sob a regência do maestro falecido, David Machado. A cota de CDs é limitada.

A Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, fundada em 1998, atua no cenário nacional erudito, sendo considerado um dos grupos camerísticos mais conceituados do país - Foto: Saulo Ohara
A Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, fundada em 1998, atua no cenário nacional erudito, sendo considerado um dos grupos camerísticos mais conceituados do país – Foto: Saulo Ohara

O programa do espetáculo será todo voltado para piano e orquestra e traz J.S.Bach, Concerto em Fá Menor para piano e orquestra BWV 1056, obra que estreou em 1729, quando o compositor ocupava os cargos de Kantor da Igreja de São Tomás e da Igreja de São Nicolau, em Leipzig, e também de diretor do Collegium Musicum da cidade. A peça enfatiza a interação entre solista e orquestra.

Do compositor W.A. Mozart será executado Concerto nº 12 para piano em lá maior – KV 414, peça que o próprio Mozart descreveu como “um meio termo feliz entre pesada demais e leve demais. Brilhante, agradável ao ouvido e natural”.

E de Ronaldo Miranda, compositor atual da música erudita brasileira, professor da USP, orquestra e solista executarão “Concertino”. A crítica traz que “os dois movimentos do Concertino realizam um atraente jogo entre o piano solista e as cordas que o acompanham”.

A Orquestra – A Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, fundada em 1998, atua no cenário nacional erudito, sendo considerado um dos grupos camerísticos mais conceituados do país. Seus projetos são desenvolvidos com objetivo de executar música de qualidade e, ao mesmo tempo, participar do movimento que descentraliza o acesso à cultura para formar novos públicos. O grupo contabiliza mais de 250 concertos, seis álbuns gravados e vários prêmios nacionais recebidos, além de reconhecimento internacional. Participou em um dos mais importantes festivais de música da Europa, Varna Summer International Music Festival 2010.

O solista – Marco Antonio de Almeida é londrinense e iniciou seus estudos com sua irmã, Terezinha de Almeida Penna, graduando-se posteriormente na Faculdade de Música “Mãe de Deus”. Após trabalhar vários anos com o pianista Gilberto Tinetti e terminar seus estudos de Medicina, transferiu-se para a Alemanha como bolsista do DAAD (Deutscher Akademischer Austauschdienst), onde completou seus estudos de pós-graduação na “Escola Superior de Música e Teatro de Hamburgo”, sob a orientação de Yara Bernette.

 

Realização – O espetáculo “…E o Festival Continua” é uma realização da Associação de Amigos do Festival Internacional de Música de Londrina e Ministério da Cultura, com o apoio da Copel, através do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PROFICE) – Secretaria da Cultura do Paraná. O 36º FIML é promovido pela Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria Municipal de Cultura (Promic), Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina e Associação de Amigos do FIML.


SERVIÇO
Apresentação “…E O Festival Continua” com“3 Concertos e 1 Solista”
Quando:
Sexta-feira (18) ás 20h30
Onde: Teatro Mãe de Deus em Londrina (Avenida Rio de Janeiro, 670)

Abertura do FIML promete surpresa para o público

Músicos e repertório de alto nível, e uma surpresa no final do espetáculo. É o que o público do 36º Festival Internacional de Música de Londrina vai encontrar durante a abertura oficial do evento, nesta segunda-feira (11). O evento acontece na Catedral Metropolitana de Londrina às 20h30. Os ingressos para o concerto custam R$20,00 inteira e R$10,00 a meia entrada.

Orquestra contará com a participação de músicos de projetos sociais de São Paulo, Rio de Janeiro e RS - Foto: Divulgação
Orquestra contará com a participação de músicos de projetos sociais de São Paulo, Rio de Janeiro e RS – Foto: Divulgação

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (OSUEL) vai se unir a jovens músicos de projetos sociais educativos que participarão do Festival, num total de 60 pessoas. Além deles, um coro com 120 vozes, formado por grupos londrinenses e convidados, dará um toque especial à noite, que, de acordo com a divulgação terá muitas surpresas para quem prestigiar o evento até o final. O FIML tem patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

O diretor artístico do Festival, Marco Antonio de Almeida, promete um espetáculo surpreendente para todos os gostos, idades e estilos musicais. “A mistura de integrantes da OSUEL e de músicos que participam de projetos sociais, contempla a preocupação com a parte social do evento”, explicou Almeida. O concerto será regido pelo Maestro Alessandro Sangiorgi, italiano, diplomado pelo Conservatório de Milão.

O programa traz como primeira obra “Encantamento”, de Camargo Guarnieri. A peça curta, de 1941, foi escrita originalmente para violino e piano. É composta de um único movimento, alterna partes contrastantes, com melodia melancólica e vibrante. O ponto alto da noite é o Concerto “Tríplice” de Ludwig Van Beethoven (Concerto para Violino, Violoncelo e Piano – Op. 56).

Depois da execução de Camargo Guarnieri e Beethoven, após o intervalo, o público será brindado com a apresentação de trechos musicais, como os duetos do “Suíte do Fantasma da Ópera” e “All I ask of you” do Fantasma da Ópera, de Andrew Lloyd Webber; “I could have danced all night” de My fair lady- de Frederick Loewe ; “Coro de zingarelle, Coro di mattatori spagnouli”, da Traviata de Giuseppe Verdi e o final do ato 2, da opereta “O Morcego”, de J. Strauss.

Programação – A Orquestra de Câmara Solidariedade Sempre irá abrir a programação artística do 36º Festival Internacional de Música de Londrina de segunda-feira (11), com concerto no Teatro Zaqueu de Melo (Avenida Rio de Janeiro, 413), às 18h15. A entrada é gratuita. Sob a regência de Flávio Collins, a orquestra, formada por 34 jovens com idade de 12 a 16 anos, apresentará obras de Claude Debussy (“Petite Suite”) e de Pixinguinha (“Rosa”).

Fundada em 2009 através da iniciativa do Grupo Hayapek, a Orquestra de Câmara tem como objetivo principal o desenvolvimento da cultura musical por meio do aprendizado de estruturas da teoria musical, técnicas instrumentais e da apreciação de repertórios visando, além da inclusão social e da valorização do jovem, a formação de musicistas de orquestra.

Palestras – Fazendo parte do Ciclo de palestras e lançamentos da 36ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina, na segunda-feira (11) será realizada uma conferência que abordará “A saúde do músico”, “A contribuição da Educação” e a “Somática na Saúde do Músico”, no Centro Cultural Sesi/AML, às 17 horas. A entrada será gratuita, e o Centro Cultural fica localizado na rua Maestro Egídio do Amaral, 130, Praça 1º de Maio. Confira a programação completa no site do festival.

O encontro será ministrado pela fisioterapeuta Débora Beckner e tem como proposta debater o surgimento de queixas musculoesqueléticas nos profissionais de música, as condições físicas da prática musical e o instrumento em si. Devido às extensas horas diárias de estudos e apresentações, os músicos são submetidos a uma exigência que causa grande sobrecarga física. A profissão requer ampla diferenciação e produtividade de capacidades psicológica e física, e exigência afeta diretamente a qualidade da performance e a má postura durante a prática musical.

Além destes fatores, problemas auditivos, visuais e do complexo orofacial podem estar presentes e associados a distúrbios psicológicos, neurológicos, dermatológicos e reumatológicos. Desta forma é alarmante a frequência de problemas de saúde decorrentes da atividade profissional entre os músicos. O 36º Festival Internacional de Música de Londrina é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura, Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Associação de Amigos do FIML.


Serviço:
Concerto Oficial de Abertura do 36º FIML
Festival Internacional de Música de Londrina
Onde: Catedral Metropolitana de Londrina
Quando: segunda-feira (11/07)
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 30,00 inteira/ R$ 15,00 meia entrada
Venda: bilheterias do Shopping Royal Plaza (Rua Mato Grosso, 310), das 10h às 18h. Após este horário no local do concerto.

Estação música: Temporada de festivais é iniciada em Londrina

Em uma feliz coincidência, a última quinta-feira (07) foi o dia de destaque de nada menos do que dois grandes eventos de música na cidade; O Festival Internacional de Música, que abriu a programação oficial com uma apresentação calorosa da Banda Sinfônica do Exército (Realizada na Catedral); E o Festival de Blues de Londrina, que inicia somente em agosto, mas que já divulgou sua programação oficial com direito a um show do Acústico Blues Trio e Convidados (Realizado no Shopping Catuaí). Acontecendo praticamente no mesmo horário os dois eventos contaram com públicos e perfis diferentes, mas que em locais diferentes carregavam algo em comum; A paixão pela música, que aqueceu bastante uma quinta-feira de inverno bem rigorosa.

Regente Gilson de Souza Silva a frente da Banda Sinfônica do Exército - Foto: Bruno Leonel/RubroSom.
Regente Gilson de Souza Silva a frente da Banda Sinfônica do Exército – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

O show do Acústico Blues trio, começou um pouco mais cedo. Por volta das 19h20, músicos começaram a tocar em um set de instrumentos montado em um dos corredores do catuaí shopping. Por ali, diversos interessados  (E também desavisados) pararam para prestigiar clássicos do Blues (De Jimi Hendrix à Eric Clapton, foram vários os medalhões homenageados na apresentação), músicos convidados também participaram junto com os três músicos em alguns momentos do ‘pocket show’. Além de divulgar o evento, o show foi um pretexto também para o lançamento da cerveja oficial do festival (Com nome inspirado no compositor Wolfang Amadeus Mozart). Este será o sexto ano do evento que, em temporadas passadas, foi responsável por trazer à cidade nomes como Nuno Mindelis, André Christovam, Solon Fishbone e Jimmy Burns. Em Londrina o festival acontece de 3 a 6 de Agosto.

Fãs de blues e eventuais curiosos puderam presenciar alguns clássicos durante apresentação no Shopping Catuaí - Foto: Bruno Leonel/RubroSom.
Fãs de blues e eventuais curiosos puderam presenciar alguns clássicos durante apresentação no Shopping Catuaí – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

Um pouco mais tarde, já às 20h40 foi a vez da abertura oficial da 36ª edição do Festival Internacional de Música de Londrina. O evento ocorreu na Catedral Metropolitana, que teve lugares especialmente reposicionados para o evento, e contou com a apresentação da Banda Sinfônica do Exército regida pelo maestro Gilson de Souza Silva. A banda sinfônica, que é composta por 90 músicos, já se apresentou em algumas das mais importantes salas de concerto do país, além de colecionar vários prêmios em festivais de música erudita. Um público grandioso compareceu à apresentação que soou bastante intimista, mesmo resgatando compositores clássicos. O ambiente da catedral, aliado ao tempo de baixas temperaturas, colaborou para uma atmosfera sofisticada, mas ao mesmo tempo agradável. O festival segue com a programação até o dia 21 de Julho.

Festival de Música

Com cerca de 74  atrações programadas (Muitas delas em eventos gratuitos), o evento mais uma vez trás o mote de privilegiar “todas as músicas” principalmente a música brasileira, mantendo sempre o alto nível de performance dos músicos convidados. Durante o festival estão previstas apresentações de grupos constituídos nas oficinas e cursos com formações diversas como big band, Orquestra Sinfônica do FIML, coro infantil e adulto, grupos de música de câmara, Ópera Studio, grupos de jazz, grupos de MPB e montagem de espetáculos.

Músicos e público em sintonia durante abertura do Festival Internacional de Música nesta quinta - Foto: Bruno Leonel/RubroSom.
Músicos e público em sintonia durante abertura do Festival Internacional de Música nesta quinta – Foto: Bruno Leonel/RubroSom.

As intervenções urbanas com os projetos Música Sobre Rodas e Música e Saúde, que preveem apresentações musicais em ônibus e em hospitais da cidade estão confirmadas na grade. A maratona musical será aberta com o Quizomba Junino neste domingo, dia 3, na Vila Cultural Kinoarte, como pré-evento do Festival de Música (Confira programação completa para mais detalhes). O FIML tem direção artística do pianista Marco Antonio de Almeida.

Festival de Blues

Criado em 2011 por Kiko Jozzolino, guitarrista de Blues, o Festival trouxe à cidade várias atrações de referência para o gênero. Nesta 6ª temporada, o evento trará oito apresentações que aconteceram no Bar valentino entre os dias 3 e 6 de Agosto. Entre os destaques estão nomes como Whitney Shay (Califórnia), Amber Foxx (Califórnia) e Eric Assmar Trio (BA). Confira programação completa para mais detalhes.


SERVIÇO

Festival Internacional de Música de Londrina
De 7 a 21 de Julho de 2016
Em vários locais – Confira Programação

Festival de Blues de Londrina
De 3 a 6 de Agosto de 2016
No Bar Valentino (Confira programação por dia)
Ingressos: Pelo fone (43) 3357.1392

OSUEL faz concerto em homenagem ao Dia das Mães

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (OSUEL) apresenta nesta quinta (5), o segundo concerto da Série Camerística “O Som que Toca a Alma”. Com entrada gratuita, o concerto dedicado ao Dia das Mães, será às 19h30, na Primeira Igreja Batista em Londrina, com o Grupo de Cordas da OSUEL.

Imagem: Divulgação.
Imagem: Divulgação.

A serie, criada no ano de 2013, neste ano será apresentada em várias igrejas católicas e evangélicas de Londrina, no dia 28 a primeira apresentação foi realizada (na mesma igreja), contando apenas com o octeto de sopros da OSUEL. “Temos tido algumas questões em conciliar a agenda com a programação de igrejas da cidade, mas pretendemos fechar pelo menos uma data por mês até o final do ano” contou Erna Verônica Vogler Chaves, encarregada da orquestra, à nossa reportagem.

Durante o concerto desta quinta, serão apresentadas a “Sinfonia em Sol Maior” de Albinoni, “Rêverie” de Schumann entre outras obras de Mozart, Piazzolla e Strauss II. Mais informações na página da OSUEL no facebook.

(Com informações da Assessoria de Imprensa)


Serviço

Concerto da Série “O Som que Toca a Alma” em Homenagem ao Dia das Mães
Grupo de Cordas da OSUEL (entrada gratuita)
Local: Primeira Igreja Batista em Londrina (Avenida Paraná, 76A – Centro)
Dia: 05 de maio, quinta-feira, às 19h30min.

Mostra de Música de Câmara inicia neste fim de semana em Londrina

Em Londrina, a Mostra de Música de Câmara chega a 7ª edição, iniciando neste fim de semana, e brindando o público com vários concertos da Orquestra de Câmara Solistas, considerado um dos grupos camerísticos mais conceituados do país. A abertura será neste domingo (1 de maio) a partir das 20h na Paróquia Sagrados Corações (Rua Mato Grosso, 1167), logo após a missa.

No programa serão apresentadas obras de Vivaldi (Concerto Nº1 em Mi maior, op. 8, RV 269; “La primavera” – Concerto Nº3 em Fá Maior, op. 8, RV 293; “L’autunno”), Muffat (Suite para Orquestra de Cordas), Bach (Ária na 4ª Corda para Orquestra) Tchaikovsky (Serenata para Cordas), Villa-Lobos (Prelúdio das Bachianas Brasileiras, Nº4), Krieger (Concertino Barroco para Orquestra de Cordas) e Guerra-Peixe (Mourão para Cordas).

Com o tema “Do Erudito ao Popular”, a Mostra apresenta uma série de oito concertos durante todo o ano, com o objetivo de agregar conhecimento e valorização da cultura musical brasileira e universal. “O projeto surgiu com a pretensão de tornar-se uma MOSTRA de música de câmara permanente na nossa cidade juntando todas as ações que a Orquestra desenvolve desde a sua criação: Projetos como Música no Teatro, os Música nas Igrejas e os inúmeros Concertos Didáticos, apresentados não somente na cidade de Londrina, mas também em vários municípios paranaenses. Com a realização das edições anteriores, entendemos que formato de uma “mostra” conseguiria representar significativamente a realidade multicultural em que vivemos”, explica o maestro e spalla Evgueni Ratchev.

A programação conta com oito apresentações e três masterclasses realizados no Teatro Crystal, Paróquia Sagrados Corações, Auditório da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Igreja São Judas, Igreja Peniel (Cinco Conjuntos), Auditório do Colégio Estadual Marcelino Champagnat e Instituto Estadual de Londrina. Os concertos nas escolas serão abertos ao público em geral.

Mostra nas escolas – O trabalho pretende aproximar estudantes com o universo musical. A presença de uma orquestra na escola pode despertar mudanças no comportamento dos estudantes, sensibilizar e formar novos públicos para arte musical, favorecendo a educação ainda capacitando educadores para atuarem como multiplicadores da utilização da música como ferramenta pedagógica nas escolas.

Os concertos serão abertos não somente para os alunos, mas também para o público em geral. A realização destes eventos contribui de forma significativa para o conjunto de ações desenvolvidas com vistas à formação de plateia.

“Vale ainda ressaltar que a opção de desenvolvimento de um projeto musical camerístico, visa o incentivo de novas práticas e novos hábitos de apreciação musical, pois as apresentações acontecem em caráter intimista, essencialmente acústico que valorizam a pureza do som e a qualidade das obras e de seus intérpretes”, ressalta Ratchev.

Solistas convidados – O programa da Mostra vai trazer ciclos de grandes clássicos, como os Concertos Grossos de Corelli, peças da época do romantismo, concertos temáticos, e ainda destaque para a música contemporânea brasileira.

Renomados artistas convidados também estarão presentes na Mostra de Música de Câmara. Este ano entre os convidados está o violoncelista Antonio Lauro del Claro e a cantora lírica Adriane Queiroz, radicada na Alemanha que faz a sua estreia em Londrina em agosto.

Em novembro o gaiteiro e acordeonista regionalista Renato Borghetti também marca sua passagem pela mostra. “Esta experiência já é uma característica da orquestra de câmara que, em 2015 se apresentou ao lado do Toninho Ferragutti , José Staneck e alguns anos atrás , produziu o show inesquecível com Yamandu Costa. A música brasileira, rica e diversificada quanto a estilos, gêneros, ritmos e formas, precisa ser ouvida e conhecida em seu contexto, bem como os seus compositores. Por isso nesta temporada a orquestra abre significativo lugar em sua programação”, informa Evgueni Ratchev.

Outra novidade para a temporada de 2016 é apresentação de dois espetáculos, denominados BRASIL, ATRAVÉS DA MÚSICA. Serão apresentados programas com obras de compositores brasileiros desde o século XIX até os dias atuais, incluindo compositores paranaenses. Ainda a orquestra pretende que estas obras, sejam registradas em um novo CD.

A Mostra de Música de Câmara é organizada pela Artis Colégium e tem o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), John Deere/ Horizon e Unimed. Conta com o apoio da Rádio UEL FM, CBN, Hotel Crystal, Londrina Convention, e Livraria da Silvia (Com informações da Prefeitura de Londrina).


Serviço:

Mostra de Música de Câmara 2016
Concerto Música nas Igrejas
Dia: domingo (01 de maio)
Horário: 20horas (após a missa)
Local: Paróquia Sagrados Corações (Rua Mato Grosso, 1167)
Entrada Franca

OSUEL inicia serie de apresentações em igrejas de Londrina

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (OSUEL) realiza na próxima quinta-feira, dia 28, o primeiro concerto de 2016 da Série Camerística “O Som que Toca a Alma”. A serie, criada no ano de 2013, neste ano será apresentada em várias igrejas católicas e evangélicas de Londrina.

Convite virtual OSUEL_Som que Toca a Alma_28 abr 2016

Diferentemente da formação clássica da OSUEL, esta será a primeira vez que o espetáculo será montado apenas baseado em octeto de metais (Usando instrumentos como Trombones, tubas, etc…) e percussão. É também a primeira apresentação da Orquestra neste ano. O início tardio das apresentações em 2016, é resultado também da certa falta de espaço que o conjunto tem encontrado. “Temos tido algumas questões em conciliar a agenda com a programação de igrejas da cidade, mas pretendemos fechar pelo menos uma data por mês até o final do ano” contou Erna Verônica Vogler Chaves, encarregada da orquestra, à nossa reportagem. Espetáculos aconteceram principalmente na região central, devido à facilidade de transportar os instrumentos, além de ser mais acessível para o público.

Ainda segundo Erna Verônica, a mudança para o octeto de metais influenciou também o arranjo de algumas músicas. “Em algumas obras tivemos que adaptar linha de instrumentos e até ‘dobrar vozes’ de alguns para soar melhor nos arranjos com sopro. Praticamente todas as faixas passaram por isso… Entre algumas peças notáveis serão tocadas ‘Sarabande’ de Hendel, ‘Canzonas’ de Gabrielle… A maioria do repertório será barroco, até pela atmosfera das igrejas, pensamos que soaria melhor dessa forma”, ressalta Erna.

A abertura da série acontecerá às 19h30 na Primeira Igreja Batista em Londrina com a apresentação do Octeto de Metais e Percussão da OSUEL. A entrada é gratuita e aberta a todos.


Serviço:

Concerto da Série “Som que Toca a Alma” com Octeto de Metais e Percussão da OSUEL
Local: Primeira Igreja Batista em Londrina – Av. Paraná, 76A (centro)
Dia: 28/04, quinta-feira
Horário: 19h30min
Entrada gratuita