Biblioteca do CEU inicia programação especial de férias

A Diretoria de Bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura recebe inscrições para a Programação de Férias 2017 da Biblioteca do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU). Durante o mês de janeiro, crianças e adolescentes poderão participar de atividades variadas, envolvendo poesia, dobradura, maquetes e cinema. A Biblioteca do CEU fica na Rua Ângelo Gaiotto, s/n, no Jardim Santa Rita I, atrás do Colégio Estadual Polivalente.

O espaço realiza atividades culturais dedicado á pessoas de várias faixas etárias Foto: Divulgação/CEU
O espaço realiza atividades culturais dedicado á pessoas de várias faixas etárias Foto: Divulgação/CEU

Segundo a diretora de Bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura, Leda Maria Araujo, as atividades fazem parte do Programa das Bibliotecas Setoriais do Sistema de Bibliotecas Públicas do Município de Londrina (SBPML). “Esta medida tem como objetivo fortalecer o trabalho em rede das bibliotecas setoriais pertencentes ao SBPML, democratizar o acesso à informação e desenvolver atividades culturais que instiguem e fomentem a leitura. Também procuramos oferecer e mediar os processos de acesso e pesquisa, favorecer a ampliação do saber crítico e reflexivo por meio das atividades, além de estimular o prazer da leitura e de outras linguagens”, explicou Leda.

Para a próxima semana, já estão abertas as inscrições para duas ações. A oficina “Meu Poema” será realizada na quinta-feira (19), das 10 às 12 horas. Nessa atividade os participantes serão apresentados ao universo da poesia e poderão utilizar a imaginação para ilustrar a história apresentada nos versos, por meio de desenho, pintura e colagens. O material utilizado na atividade será fornecido pela Biblioteca, mas as crianças e adolescentes podem levar seus próprios itens de papelaria, se assim desejarem.

E na sexta-feira (20), das 10 às 12 horas, ocorre a oficina de Dobraduras. As crianças e adolescentes irão aprender a confeccionar dois modelos marcadores de páginas. A atividade tem a finalidade de propiciar o contato com o acervo da biblioteca, e promover a conscientização sobre a importância da preservação dos materiais de informação, como livros e revistas.

As vagas são limitadas a 10 participantes, e as inscrições podem ser feitas na Biblioteca do CEU, pessoalmente, das 8 às 15 horas, ou pelo telefone 3338-4925. Podem participar crianças com idade igual ou superior a seis anos. As duas oficinas serão mediadas pela técnica de gestão da Biblioteca do CEU, Ana Paula Pietsiaki de Souza, e pela bibliotecária Priscila de Jesus Apolinário Ribeiro. Priscila destacou que a realização das oficinas durante o período de férias contribui para aproximação da comunidade com o CEU. “São atividades que incentivam a criatividade dos participantes, promovem interação com espaços diversos do CEU, e divulgam os serviços que temos aqui na biblioteca. Além destas oficinas, a população tem à sua disposição vários tipos de jogos como dama, xadrez e da memória. É um espaço de aprendizado, por meio da informação e também do lúdico”, ressaltou a bibliotecária.

Além destas ações, a Biblioteca do CEU irá realizar, no dia 23 de janeiro, a oficina “Nossa Londrina”, de confecção de maquetes; e no dia 24 o bate-papo “Eu li num filme”, com apresentação de clássico da literatura infantojuvenil nos formatos de livro e filme.

(Com informações do N.com)

Ocupação da Rádio UEL – Estudantes publicam nota sobre situação

Desde o último dia 2 de Novembro, estudantes de Comunicação (Jornalismo e Relações Públicas) da Universidade Estadual de Londrina, ocuparam o prédio da Rádio UEL, situado no Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA). Segundo comunicado, inspirados pelas ocupações realizadas na própria UEL e por todo o Brasil, os estudantes pontuam que: “Acreditamos que esta seja a única forma possível de resistência contra as constantes afrontas à educação, tanto por parte do governo estadual quanto do federal. Somos contrários à PEC 241 (ou 55 agora no Senado Federal), que levarão ao sucateamento dos serviços públicos como Saúde e Educação por meio de um teto de gastos pelos próximos anos”, afirma a postagem.

Foto: Bruno Leonel/Rubrosom
Foto: Bruno Leonel/Rubrosom

Nesta sexta-feira (04), pela manhã, o grupo divulgou uma nova nota, de modo a prestar alguns esclarecimentos sobre a atual situação da ocupação.”Primeiramente, a decisão de ocupar a rádio em vez do Departamento de Comunicação foi política. Foi feita em assembleia realizada na terça-feira (1), em que todos os estudantes eram bem-vindos (e ativamente requisitados) e poderiam apresentar seus pontos de vista contrários. A decisão foi unânime… Por que a rádio UEL?  O CECA já estava ocupado por estudantes de quatro cursos no dia da nossa ocupação (Música, Pedagogia, Artes Cênicas e Artes Visuais). Desde a primeira ocupação, que já se estende por 11 dias, mal se afetou a comunidade interna, quem dirá a externa…” afirma a postagem feita através da página da ocupação. A nota ainda cita que, diferentemente do que alguns setores afirmaram, “Nunca quisemos atravessar negociações entre docentes, a diretoria da rádio e a reitoria. O Diretório Central dos Estudantes, órgão que nos representa, não assinou nenhum acordo. Antes da ocupação não havia nada concreto sobre as mudanças na programação da rádio no que compete a greve de docentes e demais servidores, inclusive porque a reitora ainda iria colocar suas ponderações”. Confira a nota na íntegra AQUI


Em Londrina, jornalistas responsáveis pelo Jornalismo Periférico, fizeram também um vídeo, no qual, alguns dos estudantes presentes na ocupação informam sobre as motivações do ato – Como forma de protesto à PEC 55, antiga PEC 241. Assista:

De modo semelhante, um segundo vídeo foi publicado ontem, no qual o atual diretor da emissora Osmani Costa, informa sobre compromissos e responsabilidades envolvendo a rádio e motivações para questões como o corte do sinal de transmissão da rádio, feito logo após a ocupação no dia 2. O diretor informa, inclusive, que a partir desta sexta entraria estaria à disposição de um canal de comunicação com alunos, para, discutir algumas das pautas trazidas á tona. Confira o vídeo:

Nesta sexta-feira (04) Servidores da UEL se reuniram em assembleia, no anfietatro do HU. Pela manhã, na assembleia realizada no anfiteatro Pinicão, no campus, a maioria dos servidores se posicionou pela suspensão da greve iniciada no dia 17 de outubro. A posição final é a soma das duas decisões. Professores da UEL estão começando a assembleia agora, em primeira convocação – a segunda teve início por volta das 14h30. Durante a tarde de ontem, o Rubrosom esteve pelo Centro acompanhando algumas das movimentações de estudantes, assim como, a programação cultural ocorrida em centros como na Ocupa Cênicas – CAAC e no Departamento de música – Conferimos inclusive a pré-estreia de uma Peça de Teatro que será encenada hoje na Divisão de Artes Cênicas. Estudantes criaram um canal via web para transmissões alternativas durante a ocupação da rádio.

Biblioteca Infantil oferece atividades na Semana da Criança

Em comemoração ao Dia das Crianças, celebrado na quarta-feira (12), a Biblioteca Infantil de Londrina está promovendo algumas atividades. Nesta terça-feira (11), das 14 às 16 horas, haverá uma oficina gratuita de Confecção de Sacola Jogo da Velha, em E.V.A.

A Cia. Kiwi de Jaqueta durante apresentação do espetáculo 'A Menina Abóbora' também na biblioteca- Foto: Eber Prado.
A Cia. Kiwi de Jaqueta durante apresentação do espetáculo ‘A Menina Abóbora’ também na biblioteca- Foto: Eber Prado.

Para participar é necessário fazer inscrição pelo telefone 3371-6603. A oficina é voltada a crianças a partir de 7 anos. Os participantes deverão levar uma folha de E.V.A. em qualquer cor. O restante dos materiais será fornecido pela Biblioteca.

Na sexta-feira (14), às 15 horas, a Biblioteca Infantil vai receber a contação da história “Visitando Manoel de barros: Um passeio com a nuvem feliz”, contada pela Cia Kiwi de Jaqueta. A história é uma adaptação do texto “Nuvem Feliz” de Alice Ruiz, mesclada com cinco historietas de Manoel de Barros presentes nas obras “O fazedor de amanhecer”, “Exercícios de ser criança” e o primeiro capítulo do “Livro sobre nada”. A atividade é aberta ao público em geral.


SERVIÇO
Atividades da Semana da Criança na Biblioteca Infantil
Terça (11) –
Oficina gratuita de Confecção de Sacola Jogo da Velha, em E.V.A – Às 14 h
Sexta (14) –  Contação da história “Visitando Manoel de barros: Um passeio com a nuvem feliz” – 15h
Onde: Biblioteca Infantil de Londrina
Informações: 3371-6603

Integração: Projeto leva arte para crianças de Londrina a partir desta quarta

A vila Cultural Grafatório (Zona Leste), em parceria com a Vila Cultural Triolé (Zona Oeste) serão as sedes de de uma serie de oficinas artísticas a partir desta quarta-feira (23). O evento chamado Areté: De Leste a Oeste consiste em um ciclo de oficinas educativas voltadas para crianças De 9 a 15 anos. A participação é gratuita, as inscrições podem ser feitas diretamente em cada uma das vilas.

O projeto é realizado por uma equipe de oito arte-educadores cujas propostas dialogam com linguagens diversas como o desenho, a construção de cadernos, a pintura mural, lambe-lambe, fotografia e o uso de materiais descartados para a criação de objetos. Serão criadas coletivamente intervenções, utilizando os espaços urbanos de cada região, dando a eles um novo significado ás peças e valorizando as praças, ruas e espaços públicos. Os encontros acontecerão todas as quartas-feiras, das 8h30 às 11h30 – A programação segue até dia 7 de setembro.

Dois cartazes foram feitos para a divulgação do evento - Foto: Divulgação
Dois cartazes foram feitos para a divulgação do evento – Foto: Divulgação

Além do trabalho com os educadores fixos, vão ocorrer oficinas com mais quatro artistas convidados: André Mendes (Curitiba), Tatiana Altberg (Rio de Janeiro), Claudio Garcia (Londrina) e Camila Melara (Londrina). O projeto realizará um sistema de trocas entre as regiões envolvidas (leste e oeste de Londrina) e duas exposições coletivas (Ainda com data a confirmar). “Cada oficina dura em média 3 três encontros semanais, até para poder ter um aprofundamento maior do que está sendo trabalhado. É o segundo ano que fazemos o projeto, no ano passado – Com o nome de Areté: de Norte a Sul – Atingimos outras regiões de Londrina. O evento nesta época ocorreu no Centro Cultural Lupércio Luppi na região Norte e na Adecom (Região Sul)”, comenta a artista visual Carolina Sanches do Grafatório que é uma das educadores envolvidas no projeto. A ideia é que os educadores circulem entre as duas Vilas e realizem as oficinas em ambos os espaços. Cada oficina terá um limite de 25 vagas.

Significado

Areté em Tupi-Guarani é um dia festivo e a mesma palavra na Grécia antiga era sinônima de coragem e força para enfrentar as adversidades. Segundo os realizadores, o projeto leva este nome com o objetivo de resgatar a essência desta palavra, que por estar munida de significados permite com que ações sejam moldadas na medida em que a convivência entre as comunidades e os participantes se estreite.


Serviço

Vila Cultural Grafatório – Av. Paul Harris, 1575
Fone: (43) 3024-3533
Vila Cultural Triolé – R. Etienne Lenoir, 155 – Vila Industrial
Fone: (43) 3024-3330

O projeto Areté: de leste a oeste conta com o patrocínio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura.