Artista expõe pinturas com estilo Barroco e Impressionista

Tons escuros, formas com bastante contraste e texturas que remetem a Esta é a última semana para conferir a exposição do artista plástico Ivan Oliveira na Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza, de Londrina. Desde março, estão expostas,  seis pinturas produzidas com a técnica óleo sobre tela, inspiradas nos movimentos estéticos Barroco, Simbolismo e Impressionismo. A Biblioteca fica na avenida Rio de Janeiro, 413. A entrada é gratuita e a exposição pode ser visitada de segunda a sexta, das 10 às 18 horas.

anjo
‘O Anjo’ (Baseado no estilo barroco do séc XVI de Ivan Oliveira – Foto: Bruno Leonel/RubroSom

Os trabalhos do artista Ivan Oliveira são todos inspirados (E baseados em referências) de pinturas dos artistas Caravaggio, Waterhouse e Degas. “A exposição é uma oportunidade para o público, principalmente jovens e estudantes, conhecer mais de perto os estilos Barroco, do século XVI, Simbolismo, século XVIII, e Impressionismo, do século XVIII”, disse Oliveira.

As obras surpreendem pela riqueza de detalhes, assim como, os traços e contornos que remetem à peças clássicas, inclusive, de artistas do barroco brasileiro. A referência aparece inclusive nas temáticas, que evocam figuras sacras, personagens mitológicos e até símbolos bíblicos.

A dama de Shallott - Estilo Simbolista do séc XVII baseado em Waterhouse (Óleo sobre tela) - Foto: Bruno Leonel/RubroSom
A dama de Shallott – Estilo Simbolista do séc XVII baseado em Waterhouse (Óleo sobre tela) – Foto: Bruno Leonel/RubroSom

Segundo o artista plástico, esses estilos são complexos e, as técnicas, de difícil acesso nos dias de hoje. Por esse motivo, algumas das reproduções levaram meses para serem finalizadas.

(Com informações do N.Com)


Serviço
Mostra do artista plástico Ivan Oliveira
Local: Biblioteca Pública de Londrina (Avenida Rio de Janeiro, 413)
Horário: 10 às 18 horas
Entrada Gratuita

OSUEL inicia serie de apresentações em igrejas de Londrina

A Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina (OSUEL) realiza na próxima quinta-feira, dia 28, o primeiro concerto de 2016 da Série Camerística “O Som que Toca a Alma”. A serie, criada no ano de 2013, neste ano será apresentada em várias igrejas católicas e evangélicas de Londrina.

Convite virtual OSUEL_Som que Toca a Alma_28 abr 2016

Diferentemente da formação clássica da OSUEL, esta será a primeira vez que o espetáculo será montado apenas baseado em octeto de metais (Usando instrumentos como Trombones, tubas, etc…) e percussão. É também a primeira apresentação da Orquestra neste ano. O início tardio das apresentações em 2016, é resultado também da certa falta de espaço que o conjunto tem encontrado. “Temos tido algumas questões em conciliar a agenda com a programação de igrejas da cidade, mas pretendemos fechar pelo menos uma data por mês até o final do ano” contou Erna Verônica Vogler Chaves, encarregada da orquestra, à nossa reportagem. Espetáculos aconteceram principalmente na região central, devido à facilidade de transportar os instrumentos, além de ser mais acessível para o público.

Ainda segundo Erna Verônica, a mudança para o octeto de metais influenciou também o arranjo de algumas músicas. “Em algumas obras tivemos que adaptar linha de instrumentos e até ‘dobrar vozes’ de alguns para soar melhor nos arranjos com sopro. Praticamente todas as faixas passaram por isso… Entre algumas peças notáveis serão tocadas ‘Sarabande’ de Hendel, ‘Canzonas’ de Gabrielle… A maioria do repertório será barroco, até pela atmosfera das igrejas, pensamos que soaria melhor dessa forma”, ressalta Erna.

A abertura da série acontecerá às 19h30 na Primeira Igreja Batista em Londrina com a apresentação do Octeto de Metais e Percussão da OSUEL. A entrada é gratuita e aberta a todos.


Serviço:

Concerto da Série “Som que Toca a Alma” com Octeto de Metais e Percussão da OSUEL
Local: Primeira Igreja Batista em Londrina – Av. Paraná, 76A (centro)
Dia: 28/04, quinta-feira
Horário: 19h30min
Entrada gratuita

Orquestra se apresenta no HU em Londrina nesta quarta

Nesta quarta-feira (13) Hospital Universitário de Londrina será palco do programa Música nos Hospitais. A partir do meio-dia, a Orquestra de Câmara Solistas de Londrina – conduzida pelo regente Evgueni Ratchev – se apresenta no saguão de entrada do Hospital Universitário (HU). A entrada é gratuita e aberta a todos da comunidade. O evento é parte do projeto ‘Música nos Hospitais’ uma iniciativa da Associação Paulista de Medicina (APM), em parceria com o grupo farmacêutico Sanofi e Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet.

Nesta quarta, o repertório dos músicos será composto por obras clássicas de Heitor Villa-Lobos, Wolfgang Amadeus Mozart e Johann Sebastian Bach, além de arranjos próprios de compositores brasileiros como Ary Barroso e Chico Buarque. “A apresentação vai ser no saguão, com cerca de 50 minutos, é um lugar de muita circulação de pessoas… É um evento sem público sentado. Após a apresentação com a Orquestra toda, teremos apresentações no setor infantil do local além da ala de internos gerais e maternidade. A orquestra se dividirá em três grupos e irá então circular pelos corredores’ comenta o maestro Evgueni Ratchev. “No passado já fizemos algumas vezes projetos assim, em que nos apresentávamos em hospitais e é sempre muito positivo, as pessoas ficam surpresas com isso, os funcionários apreciam muito. É sempre muito legal’, ressalta o músico.

O Programa

Visando contribuir para um ambiente hospitalar mais alegre e acolhedor, e idealizada para ser uma ferramenta terapêutica, o projeto intitulado ‘Música nos Hospitais’ já realizou mais de 170 concertos desde que foi criado em 2004.Esta é a primeira vez que o Paraná é contemplado com o projeto.

A programação é itinerante e percorre diversas unidades de atendimento da rede pública com grupos distintos. Este ano, hospitais de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná estão sendo contemplados, num total de 15 apresentações.


Serviço

Música nos Hospitais
Com a Orquestra de Câmara Solistas de Londrina
Nesta quarta (13), às 12h
Saguão de entrada do Hospital Universitário (Av. Robert Koch, 60)
Entrada gratuita