Cinema – Edital contempla seis curtas de Londrina

A produção audiovisual de Londrina vem ganhando destaque em circuitos cada vez mais amplos. O edital finalizado em dezembro de 2017 pela Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) em parceria com a Agência Nacional de Cinema (ANCINE), contemplou, na categoria curtas-metragens, sete produções, das quais seis são de Londrina. Cada curta-metragem receberá o recurso de R$ 60 mil e as produções devem ser finalizadas até dezembro deste ano (Confira abaixo a lista dos curtas-metragens).

Produções em Londrina vêm conquistando cada vez mais espaço. A imagem é da gravação da série "Super Família" (2017) - Foto: Renata Cabrera
Produções em Londrina vêm conquistando cada vez mais espaço. A imagem é da gravação da série “Super Família” (2017) – Foto: Renata Cabrera

Ao todo, o edital destinou no estado R$ 3,75 milhões para a produção de curtas e longas-metragens, telefilmes e projetos de distribuição de obras cinematográficas em geral. Além dos curtas-metragens, também foram contemplados com recursos outros dois projetos de Londrina: uma produção de telefilme – O Bispo e o Comunista – a incrível herança cultural dos irmãos Sigaud, da Produtora do Leste, no valor de R$ 180 mil; e uma distribuição de longa-metragem, com o longa Leste-Oeste, da Kinopus Audiovisual, no valor de R$ 125 mil.

O secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, comemorou o resultado do edital, que conseguiu descentralizar os recursos e incentivar a produção audiovisual em outros municípios do Paraná. “Nossa intenção era a de fomentar o setor em todo o Estado e para isso destinamos a categoria de curta-metragem apenas para proponentes do interior. Foi muito bacana porque recebemos projetos de pequenas a grandes cidades. E nos surpreendemos ao notar que as cidades do interior também se destacaram nas demais categorias. Estamos muito satisfeitos com este resultado”, comenta.

De acordo com Guilherme Peraro, representante do Arranjo Produtivo Local (APL) Audiovisual de Londrina e Região e de uma das produtoras contempladas, o edital é uma conquista, resultado de uma luta de produtoras, entidades e apoiadores que batalharam juntos pela descentralização do recurso. “Nós como APL vemos isso com bons olhos. É uma grande conquista para Londrina e para todo o interior do Paraná. E isso tudo vem a somar com outras iniciativas que estão acontecendo na cidade, pela valorização do audiovisual”, considera.

Peraro reforça que devido ao potencial do setor na cidade, agora também é o momento em que entidades e instituições de ensino vem buscando unir forças para a profissionalização. “Com a quantidade grande de projetos, a tendência é a necessidade de mão de obra capacitada para trabalhar nesses filmes. As produtoras e cada vez mais e instituições de ensino passam a pensar em cursos, palestras e capacitação mais específicos para atender ao setor e isso será ótimo, podemos ter grandes resultados”.

Sobre o APL – O Arranjo Produtivo Local (APL) do Audiovisual de Londrina e Região foi criado em junho de 2017 e contou com o apoio das prefeituras de Londrina e Cornélio Procópio, representantes da política local, regional e federal, Agência Nacional de Cinema – ANCINE, Governo do Estado do Paraná – Secretaria de Cultura e das instituições SEBRAE, ACIL, CODEL, SENAI, FIEP e SERCOMTEL, empresas do setor audiovisual, núcleos e associações empresariais, e instituições de ensino e pesquisa.

O APL tem como meta a aproximação de produtores independentes, assim como ampliar as ações de capacitação, conquistar investimentos para a produção, pós produção e distribuição de conteúdos audiovisuais e criar um polo fílmico para produções de TV, filmes, games e tecnologias inovadoras. O arranjo busca assim criar na cidade de Londrina e região ambientes  propícios para profissionais criativos, contribuir para a geração de empregos e fortalecer a Economia Criativa por meio da Indústria Limpa  do Audiovisual.


*Confira a lista das produções aprovadas no edital 004/2017 (SEEC)

Curta-metragem

Roberta Shizuko Takamatsu – Pequenos Delitos (Londrina)
Artur Ianckievicz Filho Cleo – A Rainha Negra das Passarelas (Londrina)
Gustavo Minho Nakao – Astro Negro (Londrina)
NTV CINE VIDEO SS LTDA  – Inventário (Londrina)
Alessandra Dalva de Souza Pajolla – Redenção (Londrina)
Auber Silva Pereira Filho – Nigredo (Londrina)
André Luiz Bett Batista –  O Padre e o Bento (Maringá)


Informações
Confira mais detalhes do Edital

Londrina – Kinopus seleciona elenco para filmagem de serie

A Kinopus Audiovisual de Londrina irá iniciar na próxima semana uma seleção de elenco infantil para uma serie de televisão que será rodada em Londrina.  Segundo divulgado, a Kinopus vai iniciar a seleção de elenco para os personagens crianças da série “Família é Família!”. O projeto foi aprovado dentro do programa do Fundo Setorial do Audiovisual da Ancine (Agência Nacional de Cinema) de 2015 na categoria TVs Públicas que contempla, além do “Família é Família!”, diversos formatos de audiovisual que serão exibidos em TVs Comunitárias e Públicas de todo o Brasil.

casting

A produtora já havia sido contemplada no edital de 2014 com a série documental infantil “Brincando com a Ciência!” – que foi rodada em 2016 e estreia nas TVs no 1º semestre desse ano. A história da série ainda é mantida em segredo mas podemos adiantar que retratará o universo infantil de crianças entre 10 e 12 anos que vivem numa mesma rua de uma cidade e frequentam a mesma escola.

O diretor da série, Rodrigo Grota, diz que é fã da série dos anos 80 “Anos Incríveis” – que encantou uma geração – e que quer dar o mesmo tom e resgatar alguns elementos para o “Família é Família!”. Também acrescenta que o livro e os filmes e séries derivadas de “O Menino Maluquinho” serviram de inspiração para a roteirista Roberta Takamatsu. “A ideia é também resgatar as brincadeiras de rua e uma certa inocência raras de se encontrar hoje em dia nesse mundo em que as crianças vivem em frente de celulares, laptops e computadores”, informa Takamatsu.

As filmagens ocorrerão todas em Londrina, com o elenco infantil todo da região que será escolhido nessa seleção. O elenco adulto coadjuvante será composto por atores também da região com o acréscimo de alguns grandes nomes do cinema e televisão brasileiros. Segundo os produtores é importante esta troca de informações e experiência para a cidade. Guilherme Peraro, produtor da série diz que “Londrina vive hoje uma perspectiva muito positiva em relação ao audiovisual com a criação do Núcleo Audiovisual formado por algumas produtoras da cidade que viram o potencial do mercado audiovisual e a vinda de nomes importantes do meio é uma forma de deixar a cidade ainda mais em evidência”.

Os testes da seleção de elenco vão acontecer nos dias 11 e 12 de março na Vila Cultural Alma Brasil que fica na Rua Mar del Plata, 93 na Vila Brasil. Para participar os interessados devem agendar os testes com Lucas Pullin (43 99978-1089) e Marina Stuchi (43 99922-2822).


SERVIÇO
Teste de Elenco para serie ‘Família é Família!’
Quando:
11 e 12 de Março  na Vila Cultural Alma Brasil
Informações: 
Lucas Pullin (43 99978-1089)