Por Bruno Leonel

Nesta sexta (28) o grupo Samba Sim se apresenta no Sesc Cadeião em Londrina, com o show intitulado “Naquele Tempo’. A apresentação do grupo vem de encontro ao marco das 13 anos de atividade do quinteto, e sua trajetória dedicada à pesquisa e valorização do samba junto à diversos públicos. “Quando começamos o projeto, de forma despretensiosa, tínhamos interesse em conhecer mais esses compositores e praticar mais esse gênero. Hoje, vemos que o gênero se fortaleceu na cidade, acho que, contribuímos para isso também e é a nossa maior satisfação nestes anos de trajetória do grupo”, conta Rakelly Calliari, vocalista do Samba Sim.

Samba sim - Vimos que o samba se fortaleceu mais na cidade
Canções autorais serão tocadas ao lado de clássicos do gênero durante a apresentação desta quinta (20) – Foto: Eduardo Calliari.

Canções que abordam a cultura da cidade e do samba, o amor e também o humor fazem parte do repertório, permeado por releituras do grupo para composições de mestres como Dorival Caymmi, João Nogueira e Ismael Silva. Canções autorais, também marcam presença na apresentação desta quinta. O grupo tem algumas gravações disponíveis no My Space.

Ao longo dos 13 anos de estrada, o Samba Sim marcou presença nos principais festivais paranaenses. Em 2007, o grupo foi vencedor do I Festival de Samba e Pagode do carnaval londrinense, o que lhe rendeu a oportunidade de dividir o palco com o consagrado Originais do Samba. Das festas universitárias para os palcos de teatros da região, dedicou-se à montagem de espetáculos sobre a obra de grandes artistas da música popular. Além de João Nogueira e Clara Nunes, a turma já produziu apresentações destacando Cartola, Dorival Caymmi, Noel Rosa, Djavan e Elis Regina. Em 2008, o grupo gravou um CD de demonstração, com três faixas próprias e quatro composições de Cartola, que está disponível pelo Soundcloud. Duas canções do grupo também estão registradas em coletâneas do Festival Sesi Música. O grupo atualmente planeja também iniciar gravações do primeiro registro autoral ‘completo’, algumas gravações já foram feitas há cerca de 3 anos, mas, devido a questões pessoais dos músicos, o processo ficou ‘pausado’ por algum tempo. “O set da gravação está fechado, e até vai ser interessante, depois destes anos, ouvir essas guias revela muita coisa. Acaba madurecendo a ideia também também… será legal gravar com mais recursos”, contou Rakelly à reportagem do Rubrosom.

O Samba Sim é formado por Rakelly Calliari (voz), Rafael Fuca (violão), André Gião (guitarra e cavaquinho), Filipe Barthem (contrabaixo), Duda de Souza e Marcelo Alemão (percussão).


Serviço:

Show com Samba Sim – Naquele Tempo
Data: 28 de outubro
Horário: 19h30
Local: Sesc Cadeião – Rua Sergipe 52 –
Entrada Gratuita