Por Bruno Leonel

Acontece nesta terça-feira (27) a segunda exibição do filme londrinense ‘Leste Oeste’, dirigido pelo cineasta londrinense Rodrigo Grota. O diretor também é responsável pela Trilogia do Esquecimento; Série formada pelos curtas Satori Uso (2007), Booker Pittman (2008) e Haruo Ohara (2010). Rodado em Londrina, interior do Paraná, em apenas 15 dias, o filme é uma produção da Kinopus, com patrocínio da Prefeitura de Londrina.

Longa Leste Oeste tem exibição gratuita nesta terça
O filme se passa em um cenário londrinense ambientado nos anos 1990 – Foto: Elizeo Garcia Junior/Divulgação

Ezequiel, um ex-piloto, volta a sua cidade natal após 15 anos para disputar uma última corrida . Ele reencontra Stela, um antigo affair; Angelo, o patriarca da família; além de Pedro, um jovem de 16 anos que sonha em ser piloto. Segundo o diretor, o filme foi produzido durante um longo processo, iniciado a partir da sétima versão do roteiro (Refeito após várias adaptações). “Pesquisas tiveram início ainda em 2010. Houve um período de tempo de envolvimento, de conversas com a produção… Alguns elementos já tínhamos no inicio.  No início já tínhamos a ideia do nome que vai e volta (Fazendo alusão ao personagem, que retorna para a cidade), e outros elementos foram surgindo e ficando mais concretos. Neste roteiro, há diferenças da trilogia do esquecimento – Foi um projeto no qual me dediquei mais em aspectos como diálogos, e também à direção de atores. No Leste Oeste houve toda uma trajetória com motivações, passado por desejos, e uma profundidade maior. Pudemos por exemplo conversar com atores. Tivemos personagens muito bem vindos, além de, ter sorte de encontrar em Londrina, pessoas para o resto do elenco”, contou Rodrigo Grota durante entrevista.

O ator Filipe Garcia em uma cena do longa-metragem Leste Oeste - Foto de Elizeo Garcia Junior
O ator Filipe Garcia em uma cena do longa-metragem Leste Oeste – Foto de Elizeo Garcia Junior

No elenco, Felipe Kannenberg e Simone Iliescu nos papéis principais. A fotografia é de Guilherme Gerais, autor do fotolivro Intergalático, e a trilha sonora original é de Rodrigo Guedes, da banda Grenade. Segundo Grota, o filme apresenta uma imagem contemporânea da cidade, mas, retratando lugares que não mudaram muito dos anos 90 até agora… “O uso das canções do Guedes, até reforçam isso, há faixas do Grenade e do Killing Chainsaw (Bandas antigas do Guedes) e também faixas feitas especialmente para o filme…”, contou Grota ao Rubrosom. Dentre as referências, dois filmes influenciaram o longa londrinense. “Paris, Texas (Win Venders) e também ‘Estranhos no Paraíso (Jim Jarmusch) dois diretores que eu queria falar, duas referências fortes. Tem também uma mitologia ligada à vida do Bob Dylan, que sofreu um acidente em 67/68, e que, quando voltou a se apresentar, pareceu estar muito diferente para o público (O que faz relação com os temas de mudança e passagem do tempo do filme), contou Grota.

Ainda de acordo com o diretor, por se tratar de um longa, o processo envolveu uma construção mais densa, e exigiu mais da equipe durante a produção, feita toda com poucos recursos. O filme já ganhou 2 prêmios no 20º Cine PE – Festival Audiovisual de Pernambuco: Melhor Ator (Felipe Kannenberg) e Melhor Atriz (Simone Iliescu). O filme estreou no mês de Agosto e, desde então, teve exibição durante a Semana Literária do Sesc, sendo portanto, esta a terceira exibição do filme desde sua origem.


SERVIÇO

Filme ‘Leste Oeste’
Quando: Hoje, no Sesi/Aml em Londrina
Horário: 20h
(Entrada franca)