Por Bruno Leonel

A Vila Cultural AlmA Brasil inicia hoje (16) a programação de 2018 com apresentações semanais de grupos de maracatu. Às terças-feiras, o grupo “Maracatu Semente de Angola” utiliza o espaço, a partir das 19h30. Às quintas-feiras, também às 19h30,
serão os ensaios do grupo “Batuque Mulher”. Os ensaios do “Maracatu Semente de Angola” serão abertos a toda a comunidade, e os do “Baque Mulher Londrina” apenas ao público feminino. A entrada é franca, com classificação etária livre.

Maracatu Semente de Angola durante apresentação no Carnaval de 2017 - Foto: Bruno Leonel/Rubrosom
Maracatu Semente de Angola durante apresentação no Carnaval de 2017 – Foto: Bruno Leonel/Rubrosom

A Vila Cultural Alma Brasil conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, através do Programa Municipal de Incentivo à
Cultura (Promic). O endereço é Rua Mar del Plata, 93, na Vila Rodrigues.

Sobre os grupos – O maracatu é uma dança folclórica de origem afro-brasileira que surgiu no estado de Pernambuco. O ritmo é
movido pelo som de instrumentos de percussão, com coreografias específicas.

O grupo “Maracatu Semente de Angola” foi fundado em 2010, em Londrina, sob a liderança religiosa de Vilma Santos de Oliveira,
a Yá Mukumby, militante do movimento negro. É filiado aos grupos “Nação do Maracatu Porto Rico” e “Nação do Maracatu Encanto
do Pina”. Tem como principal objetivo disseminar a cultura do maracatu de Baque Virado, realizando apresentações e oficinas.

O “Baque Mulher Londrina” é filiado ao grupo “Baque Mulher Recife”, de Pernambuco, criado em 2008. É um grupo composto
exclusivamente por mulheres, que tem como missão fortalecer o empoderamento feminino por meio da manifestação cultural e
religiosa, e tem uma forte relação com o movimento feminista.

A vila – A Alma Brasil é a vila cultural que sedia a AlmA – Associação Intercultural de Projetos Sociais. É voltada,
especialmente, às manifestações da cultura popular e à comunicação popular e comunitária. A vila abriga diversos projetos
culturais, coletivos e grupos artísticos, além de promover oficinas, eventos e outros projetos em diversas linguagens.

O espaço é aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 14h30 às 18 horas, com horários especiais aos fins de semana, de
acordo com a programação cultural.


Informações
Página da Vila Cultural Alma Londrina